EDUCAÇÃO FINANCEIRA PARA SEUS FILHOS (P.T 1): OS VALORES

Olá Leitor!

Você está enfrentando um período difícil para a economia brasileira. Preços aumentando, a qualidade do serviço diminuindo e a inflação não para de crescer. Além disso, a maioria do povo brasileiro não tem desejo de se aprofundar em temas de vital importância para a vida cotidiana. E não somente isso, existe uma dificuldade quase intransponível em lidar com a educação financeira para seus filhos.

Não há incentivo nas escolas, pois a maioria não  a disponibiliza em seus currículos. E para piorar, você ainda tem um filho que depende de você.

Então como você vai lidar com ele, quando for falar de dinheiro?

Sabe como começar?

Você é o exemplo que o seu filho quer se espelhar?

Se você não conseguir responder essas perguntas, fique tranquilo pois nesse post você acompanhará passo a passo sobre como ensinar temas relacionados ao dinheiro para seus filhos. Você aprenderá desde o valor da grana até a importância do caráter humano, que exercerá um papel fundamental para a vida adulta quando estiver em sociedade.

Nesse post abordaremos a primeira parte para falar de dinheiro ao seu filho: Os Valores Pessoais

Vamos a elas?

1) EDUCAÇÃO FINANCEIRA PARA SEUS FILHOS = VALORES PESSOAIS

“Há quem não vale 1 centavo e há quem vale mais do que o mundo pode oferecer. A moeda é a mesma, o que muda são os valores”

Antes de falar sobre qualquer tema relacionado ao dinheiro, primeiramente você precisa ensinar valores sólidos. Essa é a chave para a verdadeira educação financeira plena. O maior presente que você pode dar aos seus filhos são os princípios e virtudes. Você vive em um mundo cujos valores estão sendo deixados de lado, seja pelas pessoas ao seu redor, seja pela mídia, seja pela cultura imediatista ou pela satisfação instantânea.
Os valores refletem seu desejo, necessidades e o que você mais prioriza em sua vida. Eles são o que te move em direção a uma pessoa melhor, pois sua identidade determina as suas escolhas, além de estar em contato com seu verdadeiro eu.

COMO FAZER?

Primeiramente, você deve ter um tempo reservado, pois acredito que você possa refletir melhor enquanto não está sendo influenciado por agentes externos e que tira a sua concentração. Desligue o telefone, ouça uma música que te faça ficar mais calmo e que consiga manter a sua atenção no presente. Depois disso, faça a seguinte pergunta a si mesmo:

“O QUE EU MAIS VALORIZO?”

A partir dessa resposta, você saberá o que ensinar ao seu filho, não somente através das palavras mas de exemplos práticos. Muitas das vezes, sua resposta será mais ou menos como será listado abaixo (menciono sob uma forma geral.

1) A FAMÍLIA

A família é uma base essencial para o desenvolvimento de toda vida do seu filho e de quem quer que seja. Quando me refiro a família, falo de todas as pessoas de que você conhece durante seu tempo em vida nessa terra: amigos(as), parceiros (as), colegas, conhecidos de todos os meios possíveis. É claro que a sua família biológica não pode ser deixada de lado.

Os laços familiares moldam o que poderia ser descrito como um instituição sagrada, e que é a mola propulsora da vida como humanidade. Nunca se esqueça de ensiná-lo sobre como tudo começou e para onde ele gostaria de ir. Sem contar o que significa o sacrifício, a entrega, a dedicação e, não menos importante, o AMOR a ele.

2) UMA VIDA DIGNA

“Se você agir sempre com dignidade, talvez não consiga mudar o mundo, mas será um canalha a menos” (John Kennedy)

A dignidade é umas das melhores escolhas que você, independentemente da idade, cor de pele ou sexo, pode fazer. Avançar sempre, sem medo do que irá acontecer, além de viver bem, de cabeça erguida, sempre aprendendo com os deslizes e fracassos temporários.

Dignidade não é somente fazer a coisa certa sempre, mas  também assumir a responsabilidade quando toma uma atitude errada. Com a experiência que a vida lhe trará, esse valor vai ficando cada vez mais fácil de assimilar.

Dado que o brasileiro possui um tremendo vício em culpar os outros pelos seus problemas, esteja ciente de que esse tipo de comportamento é nociso e até contagioso. Eventos externos, de fato, não estão ao seu controle como crises econômicas, desemprego, inflação ou o PIB, mas você NUNCA pode esquecer que existe o que você pode controlar e melhorar, apesar de todos os obstáculos impostos a você.

Mesmo que seja um valor que só fará sentido mais a frente, explicar esse valor, muito desvalorizado em terras tupiniquins, será de suma importância. Dignidade é como uma semente, que plantada em solo fértil só crescerá depois de muito tempo cultivado. Portanto quanto antes ensiná-lo, melhor será a eficácia.

3) SER FIEL (OU LEAL) AS PESSOAS E AOS COMPROMISSOS FEITOS POR VOCÊ

“Fidelidade é ser agradecido, não somente com o coração, mas, principalmente, com as ações” (Beatriz Canseco)

Fidelidade vai muito além da vida amorosa com seu escolhido. O que me refiro aqui são aos princípios, crenças, seja no sucesso pessoal quanto no profissional. A fidelidade possui um poder tão impactante que ela, por si só, leva muitas pessoas ao mesmo comportamento. Quando se alcança essa fidelidade, você se torna fiel perante aos olhos que convivem com você.

Cabe ressaltar aqui que você encontrará indivíduos que não dão o menor valor a esse tipo de atitude. É seu dever mostrar ao seu filho em que momentos isso ocorre, além dos exemplos práticos. É muito comum a expressão “malandragem”, ” malícia” ou “maldade” pois são formas de alguém passar por cima do outro.

Essas indivíduos não só não querem ver você triunfando como também usarão a fidelidade contra você para fazer chantagens pessoais. O jeitinho brasileiro é puramente uma forma de explorar aqueles que “não possuem experiência de vida” que nada mais é do que aqueles com um bom coração e respeito ao outro.

Esteja ciente desses cenários, pois será impossível para seu filho evitá-los. Ele será prejudicado em algum momento, pois sempre depositamos nossa confiança na pessoa errada. Acontece com todo mundo, saber que nos foi dado as costas quando mais precisamos de alguém.

Sabe do que estou falando, não é?

Aquela sensação de ter sido enganado durante um bom tempo. Você ainda se pergunta como não percebeu isso antes. Sentimentos de revolta e desconfiança são bastante comuns.

Saiba que isso é normal e você não possui um detector de maldades. Mas isso não quer dizer que você deva blindá-lo das experiências ruins desse mundo. Ensine-o a minimizar esses eventos e também o que fazer caso tenha a infelicidade dele ser uma vítima, sem esquecer do poder da responsabilidade pessoal.

4) A FÉ

Eu poderia citar a fé como religião porém como existem muitos tipos, geraria muita controvérsia e polêmica. Além da fé religiosa como um todo (independentemente do que você acredita), você deve ensinar a fé no sentido de alcançar seus objetivos, seguir princípios, haja o que houver.

Não é atoa que dizem que a fé move montanhas. Podemos dizer que a fé é possuir uma força de vontade para tentar de novo e passar por cima dos desafios. Muitos bem sucedidos em qualquer área que seja, possuem a fé como um dos seus pilares.

Pode parecer cliché, mas nada como exemplificar a fé como na cena do filme Rocky, em que ele ensina o seu filho o poder de persistir e continuar tentando. Não é atoa que o personagem era o mais popular entre os cidadãos do filme por possuir, não somente humildade, mas por ser o arquétipo da resiliência (capacidade de resistência perante as dificuldades) e superação.

5) HONESTIDADE

“Honestidade é um presente muito caro. Não espere isso de pessoas baratas” (Warren Buffet)

Volto novamente a falar do exemplo brasileiro, pois dizem que os políticos são o reflexo do povo e infelizmente tenho que concordar. A desonestidade dos que nos representam nada mais é do que o espelho das nossas atitudes enquanto vivemos em sociedade.

Poderia dizer que é um valor em extinção, mas isso não deixa de ter importância na vida do seu filho. O sucesso também está relacionado a esse valor. Para início de conversa, ser honesto com você mesmo, é ser honesto com os outros a sua volta.

Ser honesto não vai resultar necessariamente em recompensas positivas e que beneficiarão você o tempo todo. Haverá momentos em que ser honesto representará a perda de um emprego, a perda de uma amizade ou um possível desentendimento com seus amigos e colegas de trabalho.

Apesar de desagradável, nada como você poder dormir bem a noite sabendo que fez o que no fundo seu coração diz ser o certo, mesmo que seu lado lógico diga o contrário. Não estou querendo dizer que usar a lógica é errado, entretanto é imperativo ponderar os cenários e tomar a melhor decisão possível (sem esquecer de ser o responsável por elas quando for o caso).

6) SEJA GRATO

Para ser grato, não é necessário ter tudo para ser uma pessoa feliz mas agradecer por ter tudo aquilo que você tem hoje. Muitos pais decidem dar para os seus filhos justamente o que eles não tiveram quando eram pequenos.
Por isso, seja sempre grato ao que foi dado a você e ensine-o o poder do mesmo, caso contrário, você nunca estará satisfeito com o que tem. E pior, você sempre exigirá mais por não conseguir preencher um vazio existencial.
Apesar do foco do blog ser de finanças pessoais, a gratidão não pode ser comprada pelo dinheiro. Você deve se sentir grato por todos os acontecimentos da sua vida, desde a comida que você come até a roupa que veste. Lembre-se que muitos não tem metade da condição financeira para viver uma vida normal, vide os deficientes físicos.
A gratidão tornará a sua vida mais rica e com mais sentido para seguir em frente. Cultive-o e veja seu filho se desenvolver em um grandioso ser humano. Para enriquecer, você deve ENGRANDECER SUA ALMA.

7) RESPEITAR O PRÓXIMO

Não se esqueça de que você deve sempre respeitar os outros, não importanto a idade. Além disso, respeitar os objetos dos outros e devolvê-los quando não for seu. Respeitar o que é dos outros é respeitar o que é seu por tabela.

“Achado não é roubado” é justamente a antítese do respeito, pois o que mais importa para essas pessoas são os interesses egoístas acima do próximo. Ensinar a educação financeira aos seus filhos passa por este incrível valor. Tenha zelo, sempre e tenha responsabilidade de cuidar do que não for seu.

Entenda que para alguém que encontra um item alheio, existe outra pessoa preocupada por ter pedido algo quase inestimável. Pense que esse objeto pode ter valor sentimental que vai além de qualquer valor monetário. Caso não encontre seu dono, encaminhe para uma instituição de achados e perdidos.

De nada adianta reclamar dos políticos se, na primeira oportunidade, você pega o que não é seu e não devolve ao seu legítimo dono. Também não adianta falar mal dos outros pois somente com o exemplo individual é que convence o outro a fazer o mesmo.

Não use como desculpa frases como ” mas o outro também (não) faz, então (não) vou fazer” ou ainda ” é por causa dos corruptos, que o país não avança”. Uma frase que pode resumir esse valor é o seguinte:

“O CERTO CONTINUA CERTO MESMO QUE NINGUÉM FAÇA, ENQUANTO QUE O ERRADO CONTINUA ERRADO MESMO QUE TODOS FAÇAM”

8) A PACIÊNCIA (AINDA) É UMA VIRTUDE

Você provavelmente vê uma geração hoje mais impaciente do que nos tempos dos nossos pais e avôs. Isso está, na boa parte das vezes, relacionado ao gerenciamento de expectativas e resultados.

Muito comum encontrar pessoas que ficam insatisfeitas com seu trabalho, mesmo estando nela há menos de um ano. Existe uma pressão enorme sobre as gerações seguintes e fazer sempre o melhor a todo instante e não poder cometer erros.

O resultado é uma série de problemas de autoestima e de frustração pessoal por não trazer a sua expectativa para o campo da realidade. E não poderia deixar de mencionar o poder do consumismo e do marketing voltado para o incetivo do seu desejo de comprar impulsivamente, dia após dia.

São dezenas de mensagens subliminares te “dizendo” que deve adquirir isso ou aquilo, pois é informado a você que, sem esse objeto, a sua vida não será a mesma. Veja que há sempre a incitação da incapacidade alheia em ser melhor do que fulano ou ciclano, gerando energias negativas.

Boa parte das vezes você acaba adquirindo o que você não tinha planejado em comprar, comprometendo todo seu orçamento financeiro. Não seria surpresa dizer que boa parte do endividamento do brasileiro tem como causa a criação de expectativas e frustrações exageradas. Parece que há um mercado voltado para o fracasso alheio.

Não estou dizendo para você não comprar supérfluos, porém tenha certeza de que não irá afetar seu planejamento financeiro trabalhado com tanto suor e empenho.

9) A CARIDADE

Você deve ensinar aos seus filhos o poder da caridade. Além de fazer uma pessoa feliz, você terá um sentimento de realização e satisfação pessoal que vai muito além de uma promoção no emprego. Prezar pelo outro é também uma forma de engrandecimento, que o dinheiro não compra.

Existe uma frase bastante peculiar de que “o dinheiro torna as pessoas gananciosas”. Creio que a pessoa que disse isso não sabia lidar bem com o dinheiro que tinha, então resolveu projetar o seu fracasso na mente das outras pessoas. A frustração também é contagiosa e poderosamente negativa.

Entenda que o dinheiro potencializa o caráter de quem o tem. Se você é uma pessoa genuína e bondosa, o dinheiro aumentará essas qualidades pois agora você terá poder para ajudar. Por outro lado, se você é mesquinho por natureza, não é com dinheiro que você se transformará em anjo imaculado.

Curiosamente, os bilionários são adeptos a filantropia. Inclusive muitos deles prometeram doar boa parte do seu patrimônio para instituições de caridade antes de morrerem.

Quem foi mesmo que falou que o dinheiro é o mal da humanidade?

A caridade vai muito além do dinheiro. Você pode doar o seu tempo ensinando, divulgando seus valores e princípios para o seu filho, que retornará com a mesma caridade a qual você depositou nele.

Se você olhar com atenção, em uma família rica terá sempre alguém que começou pobre. É a natureza do ser humano, sem sombra de dúvida. A pobreza sempre existirá em tempos de sociedade livre. É através da superação pessoal que você sai dessa condição para uma outra em que você possa mudar a vida dos que estão próximos. Em uma família endinheirada sempre haverá alguém que possui a gratidão como valor.

CONCLUSÃO

Chegamos ao final da primeira parte em que foi abordado o poder dos valores para a educação financeira para seus filhos. Neles, mencionamos:

  1. A família
  2. A vida digna
  3. Ser fiel
  4. Ter fé
  5.  A honestidade
  6. Gratidão
  7. O respeito ao próximo
  8. Paciência (ainda) é uma virtude
  9. A caridade

Aprenda que o dinheiro é somente uma manifestação do seu interior. Desenvolva no seu filho a capacidade para ser uma boa pessoa, para que no futuro você possa se orgulhar dele.

O que achou? Você se relaciona com algum destes acima?

Deixe seu comentário acerca da sua opinião e o que poderia ter sido adicionado. Mencione também que tipo de valores está ensinando aos seus filhos. Curta e compartilhe o blog nas redes sociais, clicando logo abaixo. Te vejo na segunda parte.

Abraços a você e bons investimentos.

10 DICAS SURPREENDENTES SOBRE COMO ECONOMIZAR GASOLINA

Preste atenção no que vou lhe falar!

Carro não é investimento!!!

É isso mesmo que você leu: Carro não é investimento!!

Se você leu até aqui então acredito que você queira saber o porque.

Entendo que você pode ter pensado o contrário e ter juntado grana o suficiente para ter o seu próprio meio de locomoção. Você foi criado em um ambiente onde ter carro é sinal de status.

Infelizmente não é bem assim!!

Definitivamente o carro é um sinal de liberdade. Não é atoa que é um dos itens de consumo mais desejados.

Entretanto, seu carro custa carro. E não estou falando do preço de aquisição. Seja um novo ou usado, você terá muitos custos com que se preocupar.

Você achou que qualquer um pode ter um carro?

Qualquer um quer ser milionário, porém ninguém quer se preocupar com o outro lado da moeda (sacrifícios, renúncias e dificuldades). Em outras palavras:  nem todos podem arcar com suas escolhas!!

Quem dera que o único custo de um veículo fosse o de compra. Ele é um bem que, apesar de ter as suas vantagens, pode trazer muitas dores de cabeça para você que está desatento. Como economizar gasolina é uma das preocupações.

Se você ainda está lendo e não fechou a janela do seu navegador, então devo ter prendido a sua atenção.

Neste blog post você saberá sobre alguns desses elementos que você deve ficar atento para não precisar vender o seu carro porque achou caro demais para você mantê-lo.

Continue lendo e fique comigo até o final.

1) CALIBRAGEM E ALINHAMENTO DOS PNEUS

Achou que só corredores de Fórmula 1 se preocupam com eles?

Sim, aqueles que você assiste na Rede Globo todo domingo. GP de “ninguém lembra mais pois todo ano muda de lugar”

Eu sei, eu sei: Galvão Bueno é chato pacas e você torce para que ele um dia deixe de narrar os eventos esportivos.

Mas enquanto isso não acontece (vamos torcer pois a esperança é a última que morre), você deveria saber que os pneus são importantes para a melhor condução do seu carro.

E para falar a verdade; eles são caros por aqui.

Se você não mantém seus pneus corretamente calibrados você terá um aumento de consumo considerável. Faça essa calibragem a cada 15 dias, sempre utilizando as orientações da montadora para pressão nos pneus traseiros e dianteiros.

Sim, você vai ter que ler o manual. É aquele livrinho que você deixa guardado no porta-luvas e que você só vai ler quanto houver alguma emergência no seu carro. Lembrou?

Achou que nunca fosse usá-lo, não é?

Entenda que a incorreta calibragem dos pneus pode ser responsável por até 20% do consumo. Além disso, manter as rodas alinhadas melhora o equilíbrio do carro, o que diminui a resistência do ar, economizando combustível.

Não é só o seu equilíbrio que importa mas também o do seu carro.

Então dê uma de Barrichello e vá até a oficina para dar uma olhada……..VRUUUMMMMMMMM!!!!!!

2) PESO DO VEÍCULO

Antes de você sair correndo atrás de uma balança para colocar seu carro em cima, deixo claro que você não vai achar em lugar nenhum.

Não é aquela balancinha de 30 reais que você compra na Casa & Video que você usa para se pesar todo dia (embora você não deva) não, viu?

Quanto mais pesado o veículo, mais ele precisa ser acelerado para se movimentar. Então verifique o peso máximo indicado para os amortecedores.

E onde você vai ver isso? Escolha a melhor alternativa, abaixo:

a) Na academia

b) Em um Programa de Peso da Record

c) Na oficina ou concessionária

Acertou se você pensou na letra C. Você vai ganhar um prêmio, só que não!

Excesso de peso pode acarretar em consumo excessivo. Sempre dê uma olhada no porta-malas para evitar guardar coisas inúteis.

Só não vai tirar o macaco e o triângulo, OK?

3) TROCA DE MARCHA

Você deve ter achado que não servia para muita coisa além de fazer seu carro sair do lugar…..

Lembro como era difícil tirar o carro da inércia logo na primeira marcha. Você ia tirando o pé da embreagem devagarinho até você sentir um tranco, fazendo ele se mover……até que ele morre. Aí começa tudo de novo.

Com certeza já deve ter acontecido com você. Deixe nos comentários a sua experiência ao fazer o carro sair do lugar pela primeira vez.

A troca de marcha é muito importante para se economizar combustível. Cada marcha tem uma velocidade correta para ser trocada, um carro a 40km/h não pode estar em 5ª marcha, ou a 100km/h em 2ª marcha.

Para facilitar deixo uma dica que pode ajudar você:

  1. Quando chegar a 20 Km/h, coloque a segunda marcha
  2. Quando chegar a 30 Km/h, coloque a terceira marcha
  3. Quando chegar a 40 Km/h, coloque a quarta marcha
  4. Quando chegar a 50Km/h, coloque a quinta marcha
  5. Ao desacelerar repita os passos acima

Use o câmbio suavemente e evite esticar as marchas para gastar menos gasolina. Em descidas, era costume pôr o carro em ponto morto porém, hoje não é mais necessário. O carro deve estar sempre engatado, já que a injeção eletrônica percebe quando não precisa de aceleração e corta o combustível, economizando mais.

4) ACELERAÇÃO

Abandone seu lado corredor desde já!

Carros com injeção eletrônica não precisam ser aquecidos antes de rodar. Então não precisa ligar ele ao sair. Além disso, sempre evite acelerações bruscas e desnecessárias que afetam a média de combustível.

Pare de tentar intimidar os outros acelerando fundo. Veja, que você gasta combustível desnecessariamente, indo mais vezes ao posto de gasolina.

Respeite os limites de velocidade, já que um carro a 100km/h gasta 20% mais do que quando está a 80km/h. Entendo que o seu desejo ao comprar um carro é ver até aonde vai seu carro no que diz respeito a velocidade.

Entretanto, você deve valorizar a vida alheia e ser prudente quando for necessário.

A vida real não é como no filme Velozes e Furiosos: as mulheres não vão se impressionar com seu carro, você não anda de Porsche, ainda gasta dinheiro atoa e você não tem turbo no seu carro. Além de você não ser famoso e não ter milhões no banco como os atores.

Deixe nos comentários se você já se deparou com essas figuras.

5) GASOLINA ADITIVADA

Você não gosta desse governo corrupto que só aumenta o combustível enquanto que no resto do mundo está ficando cada vez mais barato. Frustrante para não dizer outra coisa.

Nem tudo se resolve no posto Ipiranga, infelizmente!

Não importa aonde vá, são todos farinhas do mesmo saco, onde a qualidade não é muito boa e você não tem opções melhores. A não ser que abdique do seu carro para andar de bicicleta. Embora acarrete em uma melhora na sua qualidade de vida por se exercitar mais e se estressar menos, talvez não seja uma boa se você mora longe do trabalho.

Isso sem contar ter que buscar seu parceiro. Se você se acostumou a buscar seu parceiro agora vai ter que se virar para buscá-lo sem seu meio principal. Você terá alguns inconvenientes conjugais.

Se tiver que escolher entre a gasolina principal e a aditivada, escolha a segunda. A gasolina aditivada mantém o motor limpo e preservado, então a médio e longo prazo isso pode acarretar em uma melhora de desempenho e menos gasto de combustível.

E nada de gasolina batizada. Quando for abastecer sempre verifique se o posto possui selo da ANP e prefira grandes redes que dão maior segurança para seu veículo.

Dessa vez confie no frentista, independente se ele te chama de doutor. Algumas vezes ele pode estar certo apesar de cobrar alguns centavos a mais pela aditivada.

6) VELAS

Não são às de aniversário não, viu?

São aquelas que você não dá a mínima até você fazer uma revisão e alguém te falar que precisa trocá-las. É nessas horas que você pergunta:

“Velas? Que velas?”

As velas são responsáveis por gerar energia para iniciar a combustão da gasolina, então se essas velas não são trocadas com exatidão a queima fica irregular, gerando mais gasto de combustível.

Não vai querer que seu carro pife bem na hora do seu encontro amoroso….Ter que chamar o reboque não é bem o que eu chamo de final feliz.

É nesses momentos que você aprende a dar importância ao seguro. Embora pouco utilizado e nem sempre barato, ele te salvará de alguns obstáculos, principalmente se você mora longe do seu destino.

E se levarmos em conta que as peças de carro são absurdamente caras, então tenha cautela.

7) VIDROS ABERTOS

Viu como os limpadores de vidro que encontramos nos sinais se importam com a qualidade do seu carro?

E para as mais vaidosas, não pense só no retrovisor para retocar a maquiagem. Dê uma chance aos outros vidros do seu carro. Eles também têm sentimentos 😉

Faça um bom uso deles quando abertos ou fechados.

Já andou em estradas durante um clima de muito vento e você teve que fechar os vidros, pois estavam arruinando aquela progressiva feita no cabeleireiro? Não vai querer desperdiçar o seu suado dinheiro só para ter que voltar lá para consertar o estrago. Não é só você que quer ficar bonita a todo custo.

Ao fechar os vidros, você consegue uma estabilidade melhor além de economizar gasolina. Quando os vidros do carro estão abertos, sua aerodinâmica fica diferente do que foi projetado, interferido no consumo de combustível, principalmente quando está a mais de 80km/h.

Sabe aquela aulas chatas na época da faculdade que você matava para ficar de conversa no pátio da faculdade?

Acho que você devia ter ficado para aprender aerodinâmica. O mundo dá voltas!

Deixe nos comentários sobre as suas matanças de aulas.

8) EVITE MUITOS ACESSÓRIOS

Os mais vaidosos ficarão tristes pois o mais importante é a quantidade de parafernálias que são colocadas no veículo.

Você quer deixar ele com um toque mais pessoal para ser diferente de todos.

Meu achismo diz aqueles que mais consomem acessórios, têm alta chance de trocar de veículo. Não por terem mais dinheiro mas por quererem chamar mais atenção com algo novo e revolucionário.

Agora, quando quiser instalar acessórios, como rodas e aerofólios, consulte antes um especialista. Esse tipo de apetrecho altera a aerodinâmica original do carro, aumentar a resistência do ar e o consumo de gasolina. Não coloque utensílios que enfeiurem seu carro.

Está vendo como eu me importo?

9) COMPORTAMENTO NO TRÂNSITO

A vida como conhece está cada vez mais estressante. A quantidade de carros não pára de aumentar.

Lembro da minha época de faculdade. Em meados de 2005 era muito fácil chegar até ela. Levava mais ou menos 25 minutos em um percurso de 15 km (tive que olhar o Google Maps nessa). Isso porque meu curso era de Engenharia e o período era integral, ou seja, acordava-se cedo e voltava-se tarde para casa.

Ao me formar em 2009 o cenário era outro.

Já teve a sensação de que sair de casa uns 5 minutos depois do habitual para descobrir que você vai levar mais de meia hora do  para chegar no destino?

Estamos em 2015 com uma realidade bem pior. O que quero dizer com isso?

Estresses são constantes e quase inevitáveis. É nessas horas que você desperta para o Lado Negro da Força: você se torna mau-educado e adota posturas que colocam em risco tanto você quanto ao pedestre.

Até o mais calmo e tranquilo se sente influenciado pelos malefícios do engarrafamento.

Portanto, não ziguezagueie entre os carros, desacelere antes dos faróis quando estão fechados para uma retomada mais suave e não acelere antes de desligá-lo.

É nessas horas que a direção defensiva faz a diferença. Não lembra mais o que é isso?

Xiiiiiiiii……….

10) FILTROS E AR-CONDICIONADO

Apesar dos filtros de café Melitta serem práticos, não são sobre esses que estou falando.

Eu quero que você faça o seguinte: vá no seu quarto (ou em qualquer outro cômodo) e retire o filtro do seu ar-condicionado.

Foi lá? Não se preocupe, pois eu espero.

Retirou? Como está ele?

Preto e sujo, eu imagino!

Não está? Parabéns!

O seu está sujo? Agora imagina isso no seu carro.

Em algum momento ele estará sujo pelo tempo de uso ou pelo seu descuido. Com certeza é mais fácil ver o do seu quarto do que no carro, porém é de suma importância checá-lo.

Troque os filtros sempre na data certa. Entupimentos deixam a mistura de ar e combustível na câmara de combustão, fazendo com que o veículo gaste menos. Um ar-condicionado bem conservado é sinal de bons cuidados e menos dinheiro gasto.

CONCLUSÃO

Nesse blog post vimos como você pode economizar gasolina, como:

  1. Pneus
  2. Peso
  3. Marcha
  4. Aceleração
  5. Gasolina Aditivada
  6. Velas
  7. Vidros
  8. Acessórios
  9. Comportamentos
  10. Filtros

Gostou? Se servir para você, espalhe a mensagem para seus amigos que possam tirar proveito essa informação. Aproveite e curta o blog no Facebook clicando no link logo abaixo.

Um grande abraço a você e boas finanças pessoais

COMO FICAR RICO COM AS 7 LEIS DA ATRAÇÃO

Artigo gentilmente cedido e traduzido do site “How to Get Rich Slowly” cujo artigo original é  “The Science of Getting Rich: Law of Attraction and 7 Powerful Tips” por Laura Cowan. Acredito que vale a pena ser replicado aqui por sua importância e relevância sobre como ficar rico em uma perspectiva interior. Espero que gostem e agradeço a autora (Thanks for the content).

“Existe uma ciência em ficar rico!”, Wallace D Wattles escreve ” é uma ciência exata como algebra ou aritmética. Existem certas leis que governam o processo de adquirir riquezas. Uma vez aprendidas e obedecidas, ele ficará rico com certeza matermática.”

Antes das Leis da Atração se tornasse populares, Wattles presenteu, com uma única alternativa para obter prosperidade financeira, em seu livro escrito em 1910, “The Science of Getting Rich”:

Pessoas ficam ricas fazendo coisas em uma determinada maneira, não por estudo, talento ou qualquer fator externo ou social.

  • Você não pode ficar rico trabalhando mais ou se associando a pessoas ricas ou poupando.
  • Você não fica rico sendo moderado ou avarento. Muitos do que poupam continuam pobres enquanto os que gastam com mais liberdade ficam ricas.

Como ficar rico é o resultado das ações feitas em UMA DETERMINADA MANEIRA.

“Aqueles que fazem em uma DETERMINADA MANEIRA, seja de propósito ou por acidente, ficam ricas, enquanto outras que não fazem em uma DETERMINADA MANEIRA, não importando o quão duro elas trabalham ou quem sejam, continuam pobres.”

Essa DETERMINADA MANEIRA é o seguinte:

É acreditar no objeto do seu desejo e concentrar seus pensamentos com intenção.(1)

O trabalho de Wattle, junto com outros líderes de pesquisa na sua época como Napoleon Hill, ajudou a despertar o interesse na ligação entre as Leis da Atração e nossa habilidade em criar riqueza.

Dado que passamos boa parte das nossa vidas trabalhando pelo dinheiro, é difícil de acreditar que mais pessoas não estão usando esses princípios para ficarem ricas.

Nesse artigo, compartilharei a ciência sobre como ficar rico e como funciona. Além disso, discutiremos por que as pessoas falham e darei 7 dicas fáceis para que ajudem a você, leitora, a transformar seus sonhos em realidade. Para mais informações, inscrevam-se no meu blog gratuitamente aqui.

Continue lendo!

A CONSCIÊNCIA DA PROSPERIDADE

Para muitos, prosperidade significa ter dinheiro o suficiente para se sentir seguro quanto ao futuro. Para outros, significa ter dinheiro para fazer o que quiser, sem estar limitado pela sua falta.

Nesse aspecto, prosperidade é um tipo de liberdade pois você pode se tornar a pessoa que quer e fazer o que quiser.

Não importa a sua definição, queremos mais disso nas nossas vidas.

A maioria de nós passa a vida toda trabalhando para isso!

Por que alguns conseguem liberdade financeira e outros não? Qual é o segredo para a prosperidade?

A chocante resposta revela a chave para obter o que quiser na vida: é dominar seus pensamentos

PROSPERIDADE E AS LEIS DA ATRAÇÃO

As Leis da Atração dizem que você atrai na vida o que você estiver pensando. Seus pensamentos dominantes irão dar um jeito de se manifestar.

Essas Leis têm se tornado bastante populares recentemente pelos seus livros e filmes como O Segredo (traduzido para The Secret, um filme de 2006).

Seus defensores acreditam que as leis estão em jogo constantemente, refletindo nossas condições e experiências que adquirimos, gerando um determinado resultado.

Por exemplo, se espera obter êxito na construção de riqueza, você provavelmente conseguirá. Por outro lado, se não acreditar que vai conseguir, muito provavelmente você falhará

Os mais céticos as Leis dirão que não há embasamento científico (2).

Isso quer dizer que a lei da atração não funciona? Claro que não.

Experimentado esse fenômeno durante minha vida, eu firmemente acredito que há de fato uma energia ou poder que transforma nossos pensamentos e nossos desejos mais íntimos em convicções, o que acaba gerando uma ação (ou inércia) e um resultado esperado.

O renomado autor best-seller Napoleon Hill publicou 2 livros sobre o tema. A primeira foi ” The Law of Sucess in 16 Lessons” (publicado no Brasil com o título “As 16 Leis do Sucesso”), que fez referência a lei repetidas vezes.

Mais tarde, publicou o livro Think and Grow Rich (vendido no Brasil com o título “Pense e Enriqueça“), tornando-se um dos livros mais vendidos de todos os tempos. Hill acreditava na importância de controlar nossos pensamentos para atingir a liberdade financeira (3).

Até Gandhi falou sobre esse poder:

“Atente para o seus pensamentos com cuidado pois eles se transformarão em palavras. Atente para suas palavras pois se transformarão em ações. Reflita e julgue suas ações, pois elas se transformarão em hábitos. Esteja ciente e vigie seus hábitos, pois elas serão seus valores. Entenda e abrace seus valores pois elas se tornarão sua realidade”

COMO USAR AS LEIS DA ATRAÇÃO

Convido você a deixar seu ceticismo sobre as leis de lado e qualquer ideia que possa ter sobre ela.

Uma coisa é certa: Você nunca vai saber e não ser que tente.

O seu poder pode ser usado para conseguir o que seu coração deseja como, por exemplo, prosperidade financeira, emagrecimento, felicidade ou qualidade de vida.

Já obtive sucesso com as leis para adquirir confiança e autoestima, conseguir empregos e superar meu medo de falar em público. Grande parte foi devido a minha vontade de atrair abundância e prosperidade na minha vida.

Mas não estamos falando de mim, e sim de você.

Vamos agora as 7 dicas!

1) SAIBA O QUE QUER

Você precisa ter certeza sobre o que você quer na sua vida. Seja dinheiro, saúde, felicidade ou encontrar um parceiro, você precisa saber.

O que você realmente quer?

A única forma de se tornar realidade é sabendo o que quer.

Quanto mais intenso for sua vontade, maiores a chances de acontecer. Isso é muito importante pois quanto maior for seu desejo, maior a energia que será emitida e maior será sua motivação para mudar.

2) DOMINE SEUS PENSAMENTOS E ACREDITE EM VOCÊ MESMO

O pensamento é a única forma de manifestar suas vontades. Você precisa de uma imagem mental clara e definida do que você quer conquistar para que consiga transmitir para o mundo.

Sua crença precisa ser inabalável!

Haverá momentos que sua crença pode variar, e nessas horas você precisa ser forte e ter fé. Quando parar de acreditar será o fim do jogo.

3) VISUALIZE

Quando for dormir, pense no seu sonho por uns 5-10 minutos.

Por que?

Porque quando dormimos, o que conscientemente pensamos momentos antes do sono irá permanecer no nosso subconsciente pelas próximas 4 horas.

Experts acreditam que o que colocamos no nosso consciente acaba sendo reprogramado na nossa mente, modificando nosso futuro.

Então antes de ir para a cama, feche os olhos e visualize o quer você mais quer, como se já o tivesse.

Quando mais real for e quanto mais você sentir, melhor!

Serei sincero. Há coisas que venho visualizando desde o primeiro dia mas que ainda não aconteceram. Tudo bem. Eu acredito que tudo acontece por uma ordem divina e quando estiver pronto, eu receberei.

4) USE AFIRMAÇÕES POSITIVAS

Uma afirmação positiva, ou mantra, é uma palavra ou expressão pequena, que repetimos ao longo do dia. Eu já utilizei-os durante a minha vida para conseguir diversas coisas.

É claro que tive que colocar a mão na massa.

Eu estava decido a fazer acontecer. Mas não importa o quanto eu tente, eu asseguro que sem as afirmações positivas, não conseguiremos o que queremos.

Se existe algum segredo para conseguir o que quer, afirmações positivas seriam a resposta.

5) TOME AÇÃO

Sem sobre de dúvida que nossas emoções, pensamentos e desejos moldam nossas vidas. Cada pessoa que já conseguiu o que queria, o fez por queria mais do que qualquer coisa.

Se fosse só uma questão de desejar, todos teriam a vida dos sonhos.

Você precisa tanto acreditar fortemente quanto agir para realizar nossos sonhos.

6) TENHA GRATIDÃO

O livro de 1910 “Pense e Enriqueça” menciona a importância da gratidão.

“Quanto mais gratidão tivermos quando as coisas boas chegarem até nós, mais dela receberemos e mais rapidamente elas virão; e a razão é que a mentalidade da gratidão coloca a mente em contato mais próximo com a fonte de onde vem as bençãos.”

A gratidão permite nos concentrar nas coisas que já temos, independentemente das circunstâncias.

A gratidão nos gera riqueza e paz (5).

Tony Robbins perguntou a uma grande gerente de fundos, o senho John Makrs Templeton: “Qual é a chave para a riqueza e o sucesso?” Templeton respondeu, “Gratidão”.

Conte suas bençãos e não seus problemas.

7) PERSEVERE

Tenha em mente que não existe sucesso do dia para a noite. Mantenha-se focado, aplique as dicas e trabalhe…e tudo acontecerá.

JUNTANDO TUDO…

As 7 dicas sobre como ficar rico são:

  1. Saiba o que quer
  2. Domine seus pensamentos e acredite em você mesmo
  3. Visualize
  4. Use afirmações positivas
  5. Tome ação
  6. Tenha gratidão
  7. Persevere

BÔNUS

Deixo um vídeo bastante inspirador sobre como mudamos nossa vida através dos nossos pensamentos. Assista e reflita com atenção sobre o que está fazendo nesse exato momento.

Esteja perto de pessoas que acreditam em você e que te apoiam. Você pode ter a vida que deseja.

Espero que tenha gostado!

Comentar aqui no blog dizendo como foi a experiência com o pensamento positivo e o que ela gerou de resultados efetivos.

Gostaria de escutar a sua voz!

Curta e compartilhe o blog nas redes sociais.

Abraços e bons investimentos

8 DICAS SOBRE COMO FAZER DINHEIRO PELOS EXERCÍCIOS

Chegou o dia!!

Olhou para o espelho e não gostou do que viu!

Viu aquele vídeo inspiracional e percebeu que deve fazer algo.

Você pensou: ” Agora vai!!”

VOCÊ DECIDIU SE MATRICULAR EM UMA ACADEMIA!

O que os exercícios nos ensinam sobre como fazer dinheiro? Continue lendo.

#1 NO INICIO É SEMPRE DIFÍCIL (PRINCIPALMENTE EM COMO FAZER DINHEIRO)

“O pessimista vê dificuldade em cada oportunidade; o otimista vê oportunidade em cada dificuldade”. (Winston Churchill)

Ao entrar na academia você percebe que está em um meio completamente diferente do que está acostumado.

Sim, vai ser desconfortável no início pois  não sabemos o que fazer ou quem procurar para nos orientar.

Isso porque não estou considerando a qualidade da informação que é fornecida a você sobre como fazer dinheiro ou sobre se exercitar.

Além disso temos que saber onde fazer e de que forma fazer.

Reparou como o assuntos são muito similares? Pois é.

No que diz respeito ao dinheiro, nos deparamos com uma gama de tópicos completamente nova, tais como:

  • Investimentos;
  • Mercado Financeiro;
  • Renda fixa ou renda variável;
  • Inflação;

Logo, o que você faz para melhorar?

# 2 PRECISARÁ DE UM MENTOR

Acha que consegue fazer tudo sozinho?

Não precisa de ninguém?

As vezes temos que engolir nosso orgulho e admitirmos que precisamos de ajuda. Principalmente em um assunto que não temos domínio.

Seja um mentor, um professor de educação física ou algum educador financeiro, é fato que teremos que ter algum auxílio pois serão tantas dúvidas que não há como resolvê-las sozinho.

Mas para tal é preciso que fique de olho em uma condição importantíssima.

É NECESSÁRIO QUE A PESSOA NO QUAL SERÁ SEU MENTOR OU PROFESSOR PRECISE TER PASSADO PELA EXPERIÊNCIA QUE O INTERESSADO DESEJA OBTER.

Sejamos sinceros…..

Não acha estranho, por exemplo, uma pessoa sedentária ou gorda esteja dando conselhos sobre alimentação e exercícios?

O que você acha de um médico que fuma?

Ou um(a) dentista banguela?

Esquisito a situação, não é?

Mas é o que mais se observa. Orientações vindas de pessoas sem experiência prática alguma. Além disso, vejo os aconselhados seguindo-os sem nenhuma reflexão sobre a credibilidade do(a) mensageiro(a).

Precisamos saber se a pessoa já passou pela dificuldade que você está passando ou pretende passar.

É como eu sempre digo (pelo menos quando estou na academia):

“PRIMEIRO ESCUTE COM OS OLHOS E DEPOIS COM OS OUVIDOS”

Se a pessoa está dando conselhos sobre alimento e exercícios, repare se a pessoa tem um corpo apresentável e que tenha congruência com a mensagem. Em inglês existe a expressão “walk the talk“, que significa que a pessoa pratica aquilo que prega.

Se alguém está dando dica sobre dinheiro, perceba como ela lida com o dinheiro.

As vezes dá vontade de perguntar se a pessoa tem alguma quantia gorda de dinheiro na conta. Mas deixa quieto.

Analise essas impressões populares e reflita se vale a pena perguntar sobre acumulo de patrimônio para esses cidadãos:

-“O dinheiro é a raiz dos problemas”

ou

-” Não precisamos de dinheiro para viver”

ou ainda

-” Poupar é coisa de gente que não aproveita a vida. O negócio é aproveitar como se não houvesse amanhã.”

Você confiará neles?

Não importa o quão amigo(a) seja ou quão apaixonado(a) esteja

Não importa se é da sua família,se é algum vizinho ou não. SEMPRE, DIGO SEMPRE procure analisar a confiabilidade desses “conselhos” e quem está os dando.

# 3 PRECISARÁ ESTUDAR

Achou que estudar era só no colégio e na faculdade, não?

Se achou, responda essa pergunta para mim…..

Você conhece alguém que seja bem sucedido, seja no ramo dos exercícios ou no meio financeiro, que não sabe o que está fazendo?

Então…

Para melhorar, independente da sua área de interesse, terá que buscar fontes de informação, seja em livros físicos ou online, seja em vídeos, jornais além dos próprios profissionais.

Em outras palavras, terá que se aprofundar no tema.

Pode levar um certo tempo, mas estará se habituando com os jargões de seus respectivos interesses e assim formar opiniões mais embasadas.

Aquela fase de medo e insegurança aos poucos vai desaparecendo e dará lugar a uma sensação de ” acho que consigo fazer isso”.

JÁ PASSOU POR ISSO?

Aquele sentimento de “eu consigo” vai crescendo e crescendo até que fica tão grande que nada pode te impedir.

Depois de tanto estudar, você retorna a academia cheio de confiança e respaldo acadêmico para tomar as melhores decisões.

MAS

” Sempre tem um MAS, não é?”

“O que seria então?”

# 4 PRECISARÁ DE UMA META

MESMO DEPOIS DE TANTA LEITURA, PRECISAREMOS DE UM OBJETIVO.

Seja ele de curto prazo ou de longo prazo, sua meta é importante pois sem um foco, por que estaria fazendo as coisas que faz?

Se focarmos nos exercícios, pergunto:

  1.  Você quer emagrecer ou ganhar massa muscular?
  2. Quantos quilos de peso pretende ganhar ou perder?
  3. Quer qualidade de vida sem se preocupar com a parte estética?
  4. Possui algum quadro lesivo?
  5. Existe histórico de doenças na família?

Em se tratando de como fazer dinheiro, pergunto:

  1. Pensa em acumular patrimônio?
  2. Qual seu perfil de risco? Mais arriscado ou mais conservador?
  3. Pensa em investir em ação?
  4. Qual a quantia que estaria disposto a depositar mensalmente?
  5. É um poupador ou um gastador?
  6. Vive endividado ou sobra dinheiro no fim do mês?

“CONHECE-TE A TI MESMO” (Delfos)

São perguntas simples mas que trazem um grande valor pois nos traz uma reflexão sobre o que realmente queremos daquilo tudo.

# 5 MOTIVAÇÃO SOMENTE NÃO TE LEVARÁ A LUGAR ALGUM

“Motivação é o que te faz começar, hábito é o que te mantém fazendo”  ( Jim Ryun)

Antes que alguém venha falar que não sei do que estou falando, explico.

Não sou contra a motivação. Acredito que é uma forma muito interessante de se começar algo do zero ou recomeçar quando nos encontramos enferrujados.

Sim, precisamos de um pouco de motivação em nossas vidas.

É como um motor de um carro.

Não sou um entendedor de peças de carro mas é necessário uma ignição,  gerando uma faísca. Essa faísca nos leva a uma geração de energia, o que faz o carro andar.

Percebe a semelhança entre a faísca e a motivação?

Ela é necessária para dar um “start” no nosso processo de mudança seja na saúde ou nas finanças.

MAS ELA SOMENTE NÃO VAI TE LEVAR A LUGAR ALGUM.

Se voltarmos ao exemplo do carro, mesmo girando a chave e dando ignição, precisamos pisar o pé no acelerador e na embreagem para que o carro saia da posição de inércia.

Em outras palavras, precisamos de um plano para dar continuidade ao processo.

# 6 É NECESSÁRIO UM PLANO

Para o carro é fácil. É usar o volante e o câmbio de marcha para manobrar o veículo. Fora as provas que fazemos para obter a licença para dirigir ou ainda o manual no caso de um problema ocorrer.

Para a musculação é traçado um plano de treino com um foco no curto prazo chamado avaliação antropométrica.

Para o dinheiro, é necessário saber o quanto a pessoa está disposta a fazer aportes mensais de um certo valor e saber onde será destinado, seja em renda fixa ou renda variável.

Um método de ataque é o que te fazer continuar na sua meta estabelecida lá atrás quando você iniciou todo o processo de tomada de decisão.

É o que faz você sair da parte emocional dos desejos e das motivações e o que te faz entrar na parte racional e estratégica.

É como tornamos nossos sonhos em realidade.

“Mantenha seus sonhos vivos. Compreenda que para alcançar qualquer coisa requer fé, acreditar em você mesmo, visão, trabalho duro, determinação e dedicação. Lembre-se que todas as coisas são possíveis para aqueles que acreditam.” (GAIL DEVERS)

SEM ELA, ESTARÁ VAGANDO COMO UM FANTASMA, CHEIO DE DÚVIDAS!

Vejo muita gente dependendo da parte motivacional e menos do que eles realmente deveriam fazer quando entram em alguma área nova.

Já passou por isso?

Ficou perdido?

Não sabia o que fazer?

E sabe o que vem depois?

 DESISTEM!

Jogam tudo para o alto.

É por isso que ter planos é extremamente importante para se chegar onde quer.

Agora sim!

Fez tudo como está no script. Seguiu passo a passo o meu texto. Agora precisamos fazer um acompanhamento de resultados.

#7 AVALIAÇÃO DE RESULTADOS

Se você chegou até aqui, vejo que está comprometido com seus resultados.

É através dele que descobrimos se estamos no caminho certo ou não. É feito uma  avaliação  para saber qual será o próximo passo no plano de ataque estabelecido.

Exemplo:

  1. Emagreceu? Quantos quilos? Estamos próximo da nossa meta de peso corporal?
  2. Engordou? Quantos quilos? Foi ganho de massa muscular ou gordura?
  3. Economizou 500 reais no fim do mês? O que podemos fazer para economizar ainda mais?
  4. Gastou mais do que deveria? Há alguma despesa que pode ser descartada?

A metodologia é individual e leva em consideração os resultados de curto prazo.  Definitivamente é uma arte a se desenvolver.

E por último…

# 8 DISCIPLINA E CONSISTÊNCIA!

Nenhum dos itens mencionados acima funcionará sem a devida consistência e disciplina.

É fazer de novo. E de novo. E de novo quantas vezes forem precisas até atingir a meta estabelecida.

Essa são palavras bastante utilizadas no mundo fitness para conseguir corpos voltado a resultados. É através  da atividade física que contemplamos atletas do fisiculturismo e categorias similares por seu preparo mental e psicológico e muito mas muito sofrimento e renúncias.

Entretanto os mesmos enxergam algo pela qual valha a pena lutar. Logo sacrificam o presente para colher frutos no futuro, sendo saúde ou um físico admirável.

Não vou entrar na questão de planos alimentares e  treinos específicos pois o foco não é este.

A mesma dedicação usada pelos praticantes de musculação têm muito a ver com a forma que você deve lidar com o dinheiro.

Tem controle dos seus impulsos e sabe é algo necessário em como ganhar dinheiro?

Compra por necessidade ou por desejo?

Está endividado? Vamos começar pagando o que deve e mais a frente resolveremos como usar o dinheiro de forma positiva.

A questão é o equilíbrio, por mais cliché que seja.

Sim, vamos querer gastar por motivos fúteis mas que seja esporádico e dentro daquilo que você realmente pode gastar.

 TENHA FOCO NO LONGO PRAZO!

No final esses poucos gastos farão pouca diferença depois de tantos bons hábitos construídos lá no início.

FINALIZANDO….

Vimos nesse post os 8 conselhos que são:

  1. No início é a parte difícil, pois é a fase da construção de hábitos;
  2. Buscar um mentor;
  3. Buscar o aprimoramento nos livros;
  4. Estabelecer um objetivo e metas;
  5. Não depender somente de motivação;
  6. Construção de um plano;
  7. Acompanhamento de resultados;
  8. Disciplina e persistência;

No final tudo se resume a fazer escolhas que podem te levar a seu objetivo mais rápido ou mais devagar.

E ai?!

Vai treinar hoje?!

Vai fazer seu plano de orçamento de redução de gastos?!

Como investirá seu dinheiro?

É com vocês……

Deixem um comentário e me respondam o seguinte:

Faltou algo mais?

Poderia ter estendido o assunto?

O que poderia ser adicionado?

Um abraço e até a próxima!!!