8 DICAS SOBRE COMO FAZER DINHEIRO PELOS EXERCÍCIOS

junho 2, 2021 0 Por odinheirista

Chegou o dia!!

Olhou para o espelho e não gostou do que viu!

Viu aquele vídeo inspiracional e percebeu que deve fazer algo.

Você pensou: ” Agora vai!!”

VOCÊ DECIDIU SE MATRICULAR EM UMA ACADEMIA!

O que os exercícios nos ensinam sobre como fazer dinheiro? Continue lendo.

#1 NO INICIO É SEMPRE DIFÍCIL (PRINCIPALMENTE EM COMO FAZER DINHEIRO)

“O pessimista vê dificuldade em cada oportunidade; o otimista vê oportunidade em cada dificuldade”. (Winston Churchill)

Ao entrar na academia você percebe que está em um meio completamente diferente do que está acostumado.

Sim, vai ser desconfortável no início pois  não sabemos o que fazer ou quem procurar para nos orientar.

Isso porque não estou considerando a qualidade da informação que é fornecida a você sobre como fazer dinheiro ou sobre se exercitar.

Além disso temos que saber onde fazer e de que forma fazer.

Reparou como o assuntos são muito similares? Pois é.

No que diz respeito ao dinheiro, nos deparamos com uma gama de tópicos completamente nova, tais como:

  • Investimentos;
  • Mercado Financeiro;
  • Renda fixa ou renda variável;
  • Inflação;

Logo, o que você faz para melhorar?

# 2 PRECISARÁ DE UM MENTOR

Acha que consegue fazer tudo sozinho?

Não precisa de ninguém?

As vezes temos que engolir nosso orgulho e admitirmos que precisamos de ajuda. Principalmente em um assunto que não temos domínio.

Seja um mentor, um professor de educação física ou algum educador financeiro, é fato que teremos que ter algum auxílio pois serão tantas dúvidas que não há como resolvê-las sozinho.

Mas para tal é preciso que fique de olho em uma condição importantíssima.

É NECESSÁRIO QUE A PESSOA NO QUAL SERÁ SEU MENTOR OU PROFESSOR PRECISE TER PASSADO PELA EXPERIÊNCIA QUE O INTERESSADO DESEJA OBTER.

Sejamos sinceros…..

Não acha estranho, por exemplo, uma pessoa sedentária ou gorda esteja dando conselhos sobre alimentação e exercícios?

O que você acha de um médico que fuma?

Ou um(a) dentista banguela?

Esquisito a situação, não é?

Mas é o que mais se observa. Orientações vindas de pessoas sem experiência prática alguma. Além disso, vejo os aconselhados seguindo-os sem nenhuma reflexão sobre a credibilidade do(a) mensageiro(a).

Precisamos saber se a pessoa já passou pela dificuldade que você está passando ou pretende passar.

É como eu sempre digo (pelo menos quando estou na academia):

“PRIMEIRO ESCUTE COM OS OLHOS E DEPOIS COM OS OUVIDOS”

Se a pessoa está dando conselhos sobre alimento e exercícios, repare se a pessoa tem um corpo apresentável e que tenha congruência com a mensagem. Em inglês existe a expressão “walk the talk“, que significa que a pessoa pratica aquilo que prega.

Se alguém está dando dica sobre dinheiro, perceba como ela lida com o dinheiro.

As vezes dá vontade de perguntar se a pessoa tem alguma quantia gorda de dinheiro na conta. Mas deixa quieto.

Analise essas impressões populares e reflita se vale a pena perguntar sobre acumulo de patrimônio para esses cidadãos:

-“O dinheiro é a raiz dos problemas”

ou

-” Não precisamos de dinheiro para viver”

ou ainda

-” Poupar é coisa de gente que não aproveita a vida. O negócio é aproveitar como se não houvesse amanhã.”

Você confiará neles?

Não importa o quão amigo(a) seja ou quão apaixonado(a) esteja

Não importa se é da sua família,se é algum vizinho ou não. SEMPRE, DIGO SEMPRE procure analisar a confiabilidade desses “conselhos” e quem está os dando.

# 3 PRECISARÁ ESTUDAR

Achou que estudar era só no colégio e na faculdade, não?

Se achou, responda essa pergunta para mim…..

Você conhece alguém que seja bem sucedido, seja no ramo dos exercícios ou no meio financeiro, que não sabe o que está fazendo?

Então…

Para melhorar, independente da sua área de interesse, terá que buscar fontes de informação, seja em livros físicos ou online, seja em vídeos, jornais além dos próprios profissionais.

Em outras palavras, terá que se aprofundar no tema.

Pode levar um certo tempo, mas estará se habituando com os jargões de seus respectivos interesses e assim formar opiniões mais embasadas.

Aquela fase de medo e insegurança aos poucos vai desaparecendo e dará lugar a uma sensação de ” acho que consigo fazer isso”.

JÁ PASSOU POR ISSO?

Aquele sentimento de “eu consigo” vai crescendo e crescendo até que fica tão grande que nada pode te impedir.

Depois de tanto estudar, você retorna a academia cheio de confiança e respaldo acadêmico para tomar as melhores decisões.

MAS

” Sempre tem um MAS, não é?”

“O que seria então?”

# 4 PRECISARÁ DE UMA META

MESMO DEPOIS DE TANTA LEITURA, PRECISAREMOS DE UM OBJETIVO.

Seja ele de curto prazo ou de longo prazo, sua meta é importante pois sem um foco, por que estaria fazendo as coisas que faz?

Se focarmos nos exercícios, pergunto:

  1.  Você quer emagrecer ou ganhar massa muscular?
  2. Quantos quilos de peso pretende ganhar ou perder?
  3. Quer qualidade de vida sem se preocupar com a parte estética?
  4. Possui algum quadro lesivo?
  5. Existe histórico de doenças na família?

Em se tratando de como fazer dinheiro, pergunto:

  1. Pensa em acumular patrimônio?
  2. Qual seu perfil de risco? Mais arriscado ou mais conservador?
  3. Pensa em investir em ação?
  4. Qual a quantia que estaria disposto a depositar mensalmente?
  5. É um poupador ou um gastador?
  6. Vive endividado ou sobra dinheiro no fim do mês?

“CONHECE-TE A TI MESMO” (Delfos)

São perguntas simples mas que trazem um grande valor pois nos traz uma reflexão sobre o que realmente queremos daquilo tudo.

# 5 MOTIVAÇÃO SOMENTE NÃO TE LEVARÁ A LUGAR ALGUM

“Motivação é o que te faz começar, hábito é o que te mantém fazendo”  ( Jim Ryun)

Antes que alguém venha falar que não sei do que estou falando, explico.

Não sou contra a motivação. Acredito que é uma forma muito interessante de se começar algo do zero ou recomeçar quando nos encontramos enferrujados.

Sim, precisamos de um pouco de motivação em nossas vidas.

É como um motor de um carro.

Não sou um entendedor de peças de carro mas é necessário uma ignição,  gerando uma faísca. Essa faísca nos leva a uma geração de energia, o que faz o carro andar.

Percebe a semelhança entre a faísca e a motivação?

Ela é necessária para dar um “start” no nosso processo de mudança seja na saúde ou nas finanças.

MAS ELA SOMENTE NÃO VAI TE LEVAR A LUGAR ALGUM.

Se voltarmos ao exemplo do carro, mesmo girando a chave e dando ignição, precisamos pisar o pé no acelerador e na embreagem para que o carro saia da posição de inércia.

Em outras palavras, precisamos de um plano para dar continuidade ao processo.

# 6 É NECESSÁRIO UM PLANO

Para o carro é fácil. É usar o volante e o câmbio de marcha para manobrar o veículo. Fora as provas que fazemos para obter a licença para dirigir ou ainda o manual no caso de um problema ocorrer.

Para a musculação é traçado um plano de treino com um foco no curto prazo chamado avaliação antropométrica.

Para o dinheiro, é necessário saber o quanto a pessoa está disposta a fazer aportes mensais de um certo valor e saber onde será destinado, seja em renda fixa ou renda variável.

Um método de ataque é o que te fazer continuar na sua meta estabelecida lá atrás quando você iniciou todo o processo de tomada de decisão.

É o que faz você sair da parte emocional dos desejos e das motivações e o que te faz entrar na parte racional e estratégica.

É como tornamos nossos sonhos em realidade.

“Mantenha seus sonhos vivos. Compreenda que para alcançar qualquer coisa requer fé, acreditar em você mesmo, visão, trabalho duro, determinação e dedicação. Lembre-se que todas as coisas são possíveis para aqueles que acreditam.” (GAIL DEVERS)

SEM ELA, ESTARÁ VAGANDO COMO UM FANTASMA, CHEIO DE DÚVIDAS!

Vejo muita gente dependendo da parte motivacional e menos do que eles realmente deveriam fazer quando entram em alguma área nova.

Já passou por isso?

Ficou perdido?

Não sabia o que fazer?

E sabe o que vem depois?

 DESISTEM!

Jogam tudo para o alto.

É por isso que ter planos é extremamente importante para se chegar onde quer.

Agora sim!

Fez tudo como está no script. Seguiu passo a passo o meu texto. Agora precisamos fazer um acompanhamento de resultados.

#7 AVALIAÇÃO DE RESULTADOS

Se você chegou até aqui, vejo que está comprometido com seus resultados.

É através dele que descobrimos se estamos no caminho certo ou não. É feito uma  avaliação  para saber qual será o próximo passo no plano de ataque estabelecido.

Exemplo:

  1. Emagreceu? Quantos quilos? Estamos próximo da nossa meta de peso corporal?
  2. Engordou? Quantos quilos? Foi ganho de massa muscular ou gordura?
  3. Economizou 500 reais no fim do mês? O que podemos fazer para economizar ainda mais?
  4. Gastou mais do que deveria? Há alguma despesa que pode ser descartada?

A metodologia é individual e leva em consideração os resultados de curto prazo.  Definitivamente é uma arte a se desenvolver.

E por último…

# 8 DISCIPLINA E CONSISTÊNCIA!

Nenhum dos itens mencionados acima funcionará sem a devida consistência e disciplina.

É fazer de novo. E de novo. E de novo quantas vezes forem precisas até atingir a meta estabelecida.

Essa são palavras bastante utilizadas no mundo fitness para conseguir corpos voltado a resultados. É através  da atividade física que contemplamos atletas do fisiculturismo e categorias similares por seu preparo mental e psicológico e muito mas muito sofrimento e renúncias.

Entretanto os mesmos enxergam algo pela qual valha a pena lutar. Logo sacrificam o presente para colher frutos no futuro, sendo saúde ou um físico admirável.

Não vou entrar na questão de planos alimentares e  treinos específicos pois o foco não é este.

A mesma dedicação usada pelos praticantes de musculação têm muito a ver com a forma que você deve lidar com o dinheiro.

Tem controle dos seus impulsos e sabe é algo necessário em como ganhar dinheiro?

Compra por necessidade ou por desejo?

Está endividado? Vamos começar pagando o que deve e mais a frente resolveremos como usar o dinheiro de forma positiva.

A questão é o equilíbrio, por mais cliché que seja.

Sim, vamos querer gastar por motivos fúteis mas que seja esporádico e dentro daquilo que você realmente pode gastar.

 TENHA FOCO NO LONGO PRAZO!

No final esses poucos gastos farão pouca diferença depois de tantos bons hábitos construídos lá no início.

FINALIZANDO….

Vimos nesse post os 8 conselhos que são:

  1. No início é a parte difícil, pois é a fase da construção de hábitos;
  2. Buscar um mentor;
  3. Buscar o aprimoramento nos livros;
  4. Estabelecer um objetivo e metas;
  5. Não depender somente de motivação;
  6. Construção de um plano;
  7. Acompanhamento de resultados;
  8. Disciplina e persistência;

No final tudo se resume a fazer escolhas que podem te levar a seu objetivo mais rápido ou mais devagar.

E ai?!

Vai treinar hoje?!

Vai fazer seu plano de orçamento de redução de gastos?!

Como investirá seu dinheiro?

É com vocês……

Deixem um comentário e me respondam o seguinte:

Faltou algo mais?

Poderia ter estendido o assunto?

O que poderia ser adicionado?

Um abraço e até a próxima!!!